Feliz ano do Boi / Happy year of the Ox

O calendário Chinês é um dos mais antigos calendários existentes. Ele utiliza tanto o Sol quanto a Lua como referências. Por isso se atribui a ele a característica lunissolar. Cada ano possui doze lunações, 354 dias. Para não perder a sincronia com o ciclo solar (365 dias), acrescenta-se um mês aproximadamente a cada período de três anos. Assim, não se perde a sincronia entre os ciclos solar e lunar. Em 2021, o Ano Novo Chinês será comemorado no dia 12 de fevereiro. Este será o início do ano 4719. O calendário se despedirá do ano do rato e iniciará o ciclo do ano do boi, cujas características são relacionadas ao empenho nas ações cotidianas e às ligadas ao trabalho. A comunidade científica chinesa desaconselhou as viagens pelo país nos dias do Festival da Primavera, a grande festividade chinesa da passagem do ano. Feliz ano do Boi!

_  _  _

The Chinese calendar is one of the oldest existing calendars. He uses both the Sun and the Moon as references. That is why the lunisolar characteristic is attributed to him. Each year has twelve lunations, 354 days. In order not to lose synchrony with the solar cycle (365 days), approximately one month is added to each three-year period. Thus, the synchrony between the solar and lunar cycles is not lost. In 2021, the Chinese New Year will be celebrated on February 12th. This will be the beginning of the year 4719. The calendar will bid farewell to the year of the rat and begin the cycle of the year of the ox, whose characteristics are related to the commitment to daily actions and those linked to work. The Chinese scientific community advised against traveling around the country during the Spring Festival, the great Chinese festival of the New Year. Happy year of the Ox!

___________________________________________________________________________

Assista ao vídeo relatório da 4ª edição do festival, realizada em setembro de 2020


__ __ __

Siga-nos nas redes sociais:
Instagram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Inscreva-se em nosso canal no
Youtube

E também no canal do Café Filosófico CPFL no
Youtube

edições anteriores

>> clique para acessar os conteúdos